Search
domingo 28 maio 2017
  • :
  • :

Volkswagen Recebe Aval Para Recalls Do ‘dieselgate’ Nos Eua

A Volkswagen conseguiu autorização para fazer o recall de 70 mil carros envolvidos no “dieselgate”, ou seja, os que têm o programa de computador que frauda resultados de inspeção veicular.

Os primeiros modelos a serem consertados serão os de motor 2.0. São eles os Volkswagen Beetle, Golf, Golf SportWagen, Jetta, Passat 2015 e o Audi A3 2015.

 ESCÂNDALO NA VW Volkswagen é acusada de fraudar testes

Em acordo fechado em junho passado, a montadora havia concordado em comprar de volta 475 mil veículos fabricados entre 2009 e 2015 e vendidos nos EUA, a um custo que poderia chegar a US$ 10 bilhões, ou consertá-os, se a solução fosse aceita pelas agências reguladoras.

“Com esse aval, a Volkswagen pode oferecer aos proprietários a chance de manter o carro e consertá-lo, ou tê-lo comprado de volta”, explicou a Agência de Proteção Ambiental (EPA), que autorizou os recalls.

O escândalo do diesel veio à tona em setembro de 2015, denunciado pela própria EPA.

No ano passado, a montadora começou a fazer os recalls na Alemanha, mas, até então, a agência relutava em aceitar as soluções propostas pela Volkswagen para o reparo nos carros vendidos nos EUA.

Segundo a própria montadora, 11 milhões de veículos tinham o software fraudulento no mundo todo. Nos EUA, eles são cerca de 600 mil.

O recall no mercado americano será feito em duas fases. Na primeira, imediata, será feita uma atualização no software. Num próximo passo, previsto para daqui a 1 ano, serão instaladas novas atualizações e peças, incluindo um filtro específico.

A Volkswagen ainda aguarda a aprovação para o reparo de outros 400 mil veículos 2.0.