Search
domingo 23 julho 2017
  • :
  • :

Toyota Yaris Roda Em Testes No Brasil, Mas Chegada Deve Ficar Para 2018

Toyota Yaris, fotografado em testes em São Paulo (Foto: Caio Silva Marques / VC no G1)

A Toyota tem planos de lançar um sedã intermediário, entre o Etios e o Corolla. O candidato mais provável é o Yaris, flagrado pelo internauta Caio Silva Marques rodando na Marginal Pinheiros, em São Paulo.

saiba mais

A unidade fotografada trazia uma leve camuflagem, suficiente para cobrir o logotipo da fabricante japonesa, o nome do modelo e parte das lanternas. Por outro lado, é possível identificar formas do para-choque traseiro e linhas laterais, que caracterizam o sedã.

Nota da redação: a Toyota não nega que tenha intenção de aumentar a família de sedãs. A questão principal é que a marca adiou os planos de lançar o Yaris no Brasil. Não há qualquer previsão de adaptar a fábrica de Sorocaba (SP) para o novo modelo em 2017. Também não existe a possibilidade de importar o carro no próximo ano.

Toyota Yaris (Foto: Divulgação)

Apesar da negativa da marca, o sedã não está totalmente descartado para o país. A chegada só deve atrasar um pouco, fazendo com que o mercado brasileiro tenha tempo para se recuperar da crise e aumentar um pouco o volume de vendas. A Toyota enxerga que há espaço para um produto com estas características na linha.

Atualmente, há um “vão” de quase R$ 17 mil entre a versão mais cara do Etios (R$ 68.330) e a mais barata do Corolla (R$ 85.300). Com a reestilização do modelo maior, prevista para o ano que vem, esta diferença deve aumentar ainda mais. Isso ajudaria no posicionamento do Yaris em uma faixa entre R$ 70 e R$ 85 mil.

Toyota Yaris (Foto: Divulgação)

Com 4,41 metros de comprimento, o Yaris se “encaixa” entre os outros sedãs da Toyota. Ele é 21 cm mais curto do que o Corolla, mas 15 cm maior do que o Etios sedã. Mas há algumas questões importantes que podem atrapalhar a vida do modelo, caso ele seja lançado.

O Yaris já é vendido no México. Por lá, ele tem versões com câmbio manual ou CVT. O motor, no entanto, é o mesmo do Etios, um 1.5 de 107 cavalos. O nível de equipamentos, por lá, também não é exemplar. Não há central multimídia, ar-condicionado digital e sequer comandos de som no volante.

Para um carro que tem pretensão de custar mais de R$ 70 mil, estes itens (e muitos outros) são praticamente obrigatórios em um mercado como o brasileiro.

Toyota Yaris (Foto: Divulgação)