Search
segunda-feira 24 julho 2017
  • :
  • :

Salão De Carros Na Arábia Saudita é Investigado Por Presença De Mulheres

Leis sauditas não permitem mulheres trabalhando como modelos em feira (Foto: azizdawood/twitter)

As autoridades sauditas abriram uma investigação da participação de modelos mulheres em uma feira internacional de automóveis de luxo realizada na cidade de Jeddah, segundo a agência oficial de notícias Saudi Press Agency (SPA).

As medidas foram tomadas depois que começaram a circular nas redes sociais fotos de mulheres ao lado de veículos, vestidas com véu e com a abaya (túnica tradicional que cobre todo o corpo).

 + DE AUTOESPORTESiga o programa nas redes sociais

Alguns internautas criticaram a participação de mulheres no evento, que segundo as leis sauditas deveria ser restrito aos homens.

Segundo um comunicado, citado pela agência estatal, na feira foram registradas “irregularidades contra as doutrinas da religião islâmica, das tradições e dos costumes do país”.

A polícia começou a interrogar os representantes da empresa organizadora e das fabricantes que participaram do evento.

O porta-voz do Ministério do Trabalho e Desenvolvimento Social saudita, Khaled Aba Al-Khail, disse através do Twitter que a feira infringiu normas de trabalho que se aplicam às mulheres.

O governo saudita estabelece duras regras para as mulheres trabalharem e impõe a separação dos sexos no ambiente corporativo, salvo raras excessões.

No ultraconservador reino saudita, as mulheres não podem dirigir nem fazer viagens internacionais sem a presença de um homem da família ou um tutor, entre outras restrições que limitam muito a participação delas na vida social e em ambientes público.