Search
domingo 23 julho 2017
  • :
  • :

Executivo Da Volks é Condenado à Prisão Na Coreia Do Sul

Coreia do Sul segue investigando e punindo a Volkswagen pelo dieselgate (Foto: REUTERS/Arnd Wiegmann)

Um executivo da filial sul-coreana da Volkswagen foi condenado a 1 ano e 6 meses de prisão por produzir documentos falsificados sobre a emissão de poluentes e nível de ruído, com objetivo de conseguir certificação para importar carros ao país, segundo informou a Reuters nesta sexta-feira (6).

 ESCÂNDALO NA VW Volkswagen é acusada de fraudar testes

O caso é mais uma consequência do escândalo chamado “dieselgate“, que estourou em setembro de 2015, depois que a agência de proteção ambiental dos EUA acusou a Volkswagen de usar um dispositivo que frauda os testes de emissão de poluentes.

A Coreia do Sul foi um dos países que mais puniu o grupo alemão, inclusive proibindo a venda de alguns modelos no país, que era um mercado em crescimento para as marcas. Outros executivos locais também foram processados criminalmente.

A decisão do tribunal sul-coreano cita apenas o sobrenome do executivo, Yun, e afirma que ele foi condenado por falsificação de documentos, obstrução da justiça e violação de leis ambientais.

A filial sul-coreana da Audi e da Volkswagen afirmou que está cooperando com a promotoria e que vai participar das próximas etapas do processo. Os promotores continuam investigando o caso na Coreia do Sul.