Search
domingo 23 julho 2017
  • :
  • :

Ducati Terá Monster 797 No Brasil, Mas Descarta ‘pequena’ Scrambler Sixty2

Ducati Monster 797 (Foto: Divulgação)

Além da Multistrada 950, a Ducati vai mostrar no Salão Duas Rodas 2017 a nova Monster 797, apresentada no Salão de Milão 2017. O modelo naked fará estreia no Brasil no evento e as vendas começam em 2018, ao contrário da Multistrada 950, que já chega em 2017.

saiba mais

Apesar desses dois lançamentos confirmados, a empresa descartou a vinda  da “pequena” Scrambler Sixty2 ao Brasil.

Em 2015, a empresa chegou a confirmar o modelo para o Brasil, mas por motivos de competitividade desistiu.

“Os preços da Scrambler 800 e dá Sixty2 ficariam muito próximos, então não a viabilidade no momento”, explica Fernando Filié, gerente de comunicação da Ducati do Brasil.

De acordo com a empresa, as motos são muitos similares e apenas o motor é diferente, deixando o preço muito parecido.

O que mudo em outros países são incentivos fiscais a modelos de menor cilindrada, o que não é o caso do Brasil.

Ducati Multistrada 950 chega ao Brasil em 2017 (Foto: Rafael Miotto / G1)

“Virtualmente fora” da baixa cilindradaEnquanto a BMW aposta alto no Brasil com modelos de baixa cilindrada e fábrica própria, a montadora italiana vai para outro caminho.

“Produzir em Bolonha não deixa os preços muito atrativos, teríamos que buscar um parceiro como a BMW ou a KTM”, disse Andrea Buzzoni, diretor global de vendas e marketing da Ducati, se referindo às parcerias da BMW com a TVS e da KTM com a Bajaj, ambas empresas indianas, para a produção de suas motos de baixa cilindrada.

“Chegamos a ter conversar com empresas, mas não fechamos nada e não há possibilidade de parceria no momento”, afirmou Andrea Buzzoni. “Estamos ‘virtualmente’ fora da baixa cilindrada”, apontou o executivo.

Ducati Scrambler Sixty2 não é viável para o Brasil no momento (Foto: Divulgação)

Produção em ManausPara a montadora italiana também está descartada uma fábrica próprio em Manaus no momento. “Estamos com a Dafra e seguiremos assim”, disse Andrea Buzzoni.

Atualmente, a Ducati utiliza espaço da Dafra em Manaus para a montagem de seus modelos. Este era o mesmo modelo de produção utilizada pela BMW, antes de construiu a própria fábrica.

Monster 797 ficará acima da ScramblerA nova Monster 797 é uma evolução da 796 que havia saído de linha.

Na ocasião, a Monster 821 a substituiu, trazendo novo motor com refrigeração líquida.

Agora, a marca retorna ao mais tradicional motor refrigerado a ar, o mesmo da Scrambler 800, para deixar a Monster mais acessível novamente. Seu posicionamento de preço será acima da Scrambler.

Ducati Monster 797 (Foto: Divulgação)