Search
terça-feira 30 maio 2017
  • :
  • :

Conheça O Chevrolet Equinox, Que Substitui A Captiva No Brasil Em 2017

Praticamente toda a linha da Chevrolet no Brasil está atualizada. Exceto por Montana e Captiva. Enquanto não há uma solução para a picape compacta, o substituto do SUV parece a caminho do nosso mercado. 

saiba mais

Lançada em 2008 e sem grandes mudanças de lá pra cá, a Captiva deve dar lugar ao Equinox em 2017. O novo utilitário ganhou recentemente uma nova geração nos Estados Unidos, e com o início da produção na fábrica mexicana de Ramos Arizpe, deve ter o passaporte carimbado para o Brasil, conforme o G1 informou ainda em dezembro de 2016.

A procedência do Equinox é a mesma da Captiva, e por isso, o modelo chega ao Brasil sem precisar pagar taxas de importação, fruto de acordo entre os dois países. Resta saber qual a configuração escolhida pela GM para trazer o SUV.

Chevrolet Equinox (Foto: Rafael Miotto / G1) SALÃO DE DETROITVeja os destaques de 2017

No mercado americano, onde há uma maior variedade de versões e equipamentos, o Equinox pode receber motores 1.5 e 2.0 turbo a gasolina, com 173 ou 255 cavalos – ainda há um 1.6 turbodiesel de 138 cv, mas este está descartado.

O favorito é o 1.5, que não encareceria tanto o preço do modelo – a Captiva começa pouco acima dos R$ 100 mil, mas o Equinox não deve ficar abaixo de R$ 120 mil, resultado do câmbio desfavorável e de um salto tecnológico entre os dois modelos. Ele se aproxima dos 184 cv do motor 2.4 aspirado do SUV vendido atualmente no país.

O Equinox utiliza a mesma plataforma do Cruze, e na linha Chevrolet, ficará acima do Tracker, mas abaixo da Trailblazer. O modelo foi lançado em nova geração no final do ano passado, e adota a mesma identidade visual de quase toda a linha da fabricante.

Os faróis são afilados, a grade é dividida em duas peças e a carroceria é repleta de vincos. Na traseira, lanternas posicionadas na horizontal invadem a tampa do porta-malas.

Chevrolet Equinox (Foto: Divulgação) + DE AUTOESPORTESiga o programa nas redes sociais

CompletonaEntre os equipamentos, o modelo pode sair de fábrica com frenagem autônoma em baixas velocidades, assistente de manutenção de faixa, alertas de colisão frontal, de tráfego cruzado e de ponto cego.

Quando o quesito é conectividade, o modelo americano pode ter até conexão 4G. Para o Brasil, deve chegar mesmo é a central multimídia MyLink 2, com conectividade Android Auto e Apple CarPlay e assistente OnStar.

Fora isso, há os itens “convencionais”, como ar-condicionado digital, controles de tração e estabilidade, teto solar, direção assistida e bancos de couro com ajustes elétricos.

Comparando com a Captiva, as medidas são próximas. O Equinox tem 4,65 metros de comprimento, 2,73 m de entre-eixos e 1,84 m de largura, contra 4,58 m, 2,71 m e 1,85m, da veterana, respectivamente.

  •  

Interior do Chevrolet Equinox (Foto: Divulgação)