Search
segunda-feira 24 julho 2017
  • :
  • :

Colisão Entre Versa E Tsuru Mostra Fragilidade De Modelo Defasado

Colisão entre Versa e Tsuru (Foto: Reprodução / Facebook / Latin NCap)

Um teste de colisão entre os Nissans Versa e Tsuru foi realizado nesta quinta-feira (28), nos Estados Unidos. Promovido pelas entidades Latin NCap e a americana Institute for Highway Safety (IIHS), o experimento mostrou o choque entre os dois modelos, ambos produzidos no México, a uma velocidade combinada de 129 km/h.

No dia anterior ao teste, a Nissan anunciou que deixará de produzir o Tsuru em maio de 2017.

O carro começou a ser fabricado em 1984 e o atual é uma geração antiga do Sentra (B13), dos anos 90, que é vendida sem airbags. Foram emplacadas, segundo a Nissan, mais de 2 milhões de unidades do veículo no mercado mexicano.

No início deste ano, o Latin NCap, entidade especializada em segurança automotiva, afirmou que o veículo esteve envolvido em 4 mil mortes, entre 2007 e 2012, no país. De acordo com dados oficiais, nesses 6 anos houve 2.011 acidentes com vítimas envolvendo esse modelo, resultando em uma média anual de 335 acidentes e 684 mortes.

Alvo de críticasAlém disso, em 2013, o sedã foi reprovado em teste de colisão pelo Latin NCap. O Tsuru ficou com zero estrela em segurança para motorista e passageiros (assista ao vídeo).

Na época, a organização criticou a falta de regras para homologação de veículos no mercado local.

“É surpreendente que o governo mexicano continue permitindo que este modelo seja vendido”, disse Alejandro Furas, secretário-geral da entidade.

“O México é um dos maiores países exportadores de carros no mundo, e exporta para mercados mais maduros, com regras mais rígidas de segurança. É perturbador que, no mercado interno, a indústria bloqueie, adie e altere à sua conveniência a regulamentação de segurança proposta pelo governo, que visa aumentar a segurança de todos os mexicanos nos carros. O Nissan Tsuru deveria ser tirado do mercado latino-americano”, concluiu.