Search
quinta-feira 27 julho 2017
  • :
  • :

Audi Q7 X Volvo Xc90: Comparativo

Volvo XC90 x Audi Q7 (Foto: Peter Fussy/G1 e Divulgação)

Volvo XC90 e Audi Q7 fazem parte de um pequeno grupo de carros considerados de vanguarda. Eles trazem, hoje, vários itens que estarão presentes nos carros que serão lançados daqui alguns anos.

Mas é claro que inovar tem um custo. No caso dos SUVs grandalhões, a conta fica na casa dos R$ 400 mil, inacessível para 99% do público brasileiro.

saiba mais

O G1 comparou os dois modelos, e mostra, além do melhor produto para esta faixa de preço, as tecnologias que cada um traz.

O Volvo veio na versão mais completa, Inscription, de R$ 403,9 mil, enquanto o Audi é vendido em configuração única, Ambition, de R$ 399.990. Apesar de ter preço de partida levemente menor, o Q7 cedido pela marca alemã era equipado com três opcionais, que elevam a conta em R$ 69,5 mil (o valor de um Renault Duster).

Ópera de GotemburboPelo valor de tabela de cada um, uma lista de equipamentos extensa era item obrigatório. É possível até dividir os itens de série por áreas.

Entre os voltados ao conforto, os dois contam com ar-condicionado com ajustes em 4 zonas, bancos de couro com regulagens elétricas e memória, teto solar panorâmico, head-up display (que projeta informações no para-brisa), abertura elétrica do porta-malas, start-stop e quadro de instrumentos configurável com tela de 12,3 polegadas.

  •  

Detalhes do interior do Volvo XC90 (Foto: Peter Fussy/G1 e Divulgação)Detalhes do interior do Audi Q7 (Foto: Divulgação)

A central multimídia da Audi tem 8,3 polegadas e conectividade com Android Auto e Apple CarPlay. A da Volvo é um pouco maior, de 9 polegadas. Se por um lado ela só espelha dispositivos Apple, por outro, ela reúne praticamente todos os comandos da cabine, como climatização, ventilação dos bancos e até rebatimento dos encostos de cabeça das fileiras traseiras.

Falando nelas, nas versões consideradas, só o Volvo leva 7 passageiros (com conforto). O Q7 cobra mais R$ 20 mil pelos dois assentos adicionais. Também é exclusivo do Volvo o assistente On Call, quer permite travar, destravar ou ligar o carro por meio de um aplicativo e, caso o veículo seja roubado, localizar e bloquear por meio de uma central de atendimento. 

Central multimídia do XC90 reproduz acústica da ópera de Gotemburgo (Foto: Peter Fussy / G1)

O sistema de som das duas é exemplar. A Audi oferece a grife Bose, com um sistema 3D que, segundo a marca, torna a impressão acústica ainda mais clara e mais vívida. Já a marca sueca escolheu a marca Bowers & Wilkins. A Volvo também diz que seu sistema simula a acústica da Ópera de Gotemburgo, na Suécia.

O dono do carro pode nunca visitar a cidade para atestar se a informação é verídica, mas certamente irá perceber que a qualidade do som é bem acima da média até na comparação com carros premium.

 + DE AUTOESPORTESiga o programa nas redes sociais

Roda traseira que viraPara garantir a boa dirigibilidade dos dois modelos, há modos de direção, suspensão adaptativa a ar, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, câmeras 360º e assistente de partida em rampas.

O Audi ainda tem (como opcional) o eixo traseiro dinâmico, que movimenta as rodas em até 6 graus para ajudar o carro a contornar curvas com mais facilidade.

Isso pode parecer pouco, mas no uso cotidiano ajuda em diversas situações, como estacionar o veículo de mais de 5 metros de comprimento (veja ficha técnica) a entrar em vagas apertadas.

Quando o assunto é segurança, os dois são muito bem equipados. Nas configurações consideradas, eles saem de fábrica com controles de tração e estabilidade, 6 airbags. E uma série de alertas, como de colisão frontal e traseira, de mudança de faixa e ponto cego e de tráfego cruzado.

Se o Audi oferece câmera de visão noturna, o Volvo vai um pouco além, com frenagem automática a partir detecção de objetos à noite. Nem é preciso dizer que ambos são considerados referência em segurança para o Euro NCap, que atribuiu nota máxima de 5 estrelas para os dois.

Volvo XC90 inova com motor de 4 cilindros e 2 litros (Foto: Divulgação)Audi Q7 conta com motor V6 3.0 de 333 cv (Foto: Divulgação)

Como andamTanto XC90 quanto Q7 oferecem potência acima dos 300 cavalos e torque de mais de 40 kgfm. Mas a fonte da força dos modelos é bastante distinta. A Audi aposta em um motor V6 de 3 litros turbo. São 333 cv e 44,9 kgfm.

Já a Volvo utiliza um 2.0 de quatro cilindros, com 320 cv e 40,8 kgfm. O câmbio dos dois é automático de oito marchas com tração integral.

Com um pouco mais de potência e torque, o Q7 é ligeiramente mais veloz. A aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 6,1 segundos, tempo 0,4 s melhor do que o XC90. A máxima é de 250 km/h contra 230 km/h do Volvo.

A diferença de desempenho dos dois é bem pequena, quase imperceptível. Mas a faixa de torque máximo do XC90 começa antes, em 2.200 rotações por minuto – contra 2.900 mil rpm do Q7.

Curiosamente, o Volvo oferece um som do motor mais agradável, inusitado para uma unidade de quatro cilindros. O ruído do Audi é bem característico de um V6, mais metálico. Ao volante, os dois agradam, com posição de dirigir correta e suspensões bem ajustadas.

Regulagem do ar-condicionado dos assentos traseiros do Volvo XC90 (Foto: Divulgação)Regulagem do ar-condicionado dos assentos traseiros do Audi Q7 (Foto: Divulgação)

Vida de patrãoComo não poderia ser diferente, sobra conforto a todos os ocupantes. E isso vale para os cinco passageiros que o Audi leva e os sete que podem ir no Volvo. O acesso à terceira fileira de bancos do XC90 é bom e o espaço para os dois passageiros que lá viajam também agrada.

Outro passo à frente do XC90 é o sistema semiautônomo. O carro é capaz de seguir o veículo a frente em velocidades de até 130 km/h. Isso vale para acelerações, freadas e até curvas.

Para completar o pacote, a cabine tem desenho moderno e de bom gosto, que ofusca o interior do Q7. Além das peças bem desenhadas, de materiais nobres e com encaixes perfeitos, o visual passa maior sensação de luxo.

A central multimídia está entre as melhores do mercado, com uma tela com sensibilidade na medida certa e comandos intuitivos e simples. Vale lembrar que a cabine do Audi também tem acabamento impecável, mas a central poderia ter a tela sensível ao toque.

Audi Q7 3.0 TDI (Foto: Divulgação)Volvo XC90 Inscription (Foto: Divulgação)

ConclusãoNormalmente, um cliente que compra um carro de R$ 400 mil já tem em sua cabeça qual modelo irá escolher. Então, é provável que, se ele estiver pensando em um Q7, dificilmente irá mudar de opinião e levar para casa um XC90 e vice-versa.

Comparando os dois produtos, o XC90 leva a melhor em praticamente todos os quesitos. A começar pelo preço. Considerando o Q7 com os opcionais “bacanas”, o Audi fica praticamente R$ 65 mil mais caro. É uma quantia considerável, ainda que para um milionário.

Apesar de custar menos, o Volvo ainda oferece mais. Bem mais. Dois lugares, mais itens de segurança, som de melhor qualidade e cabine com acabamento superior. Isto não quer dizer, nem de longe, que o Audi é um veículo ruim, pelo contrário. Mas ele deu “azar” de ter um concorrente como o XC90.

Volvo XC90 x Audi Q7 (Foto: Peter Fussy/G1 e Divulgação)